Como organizar um grupo de estudos em cinco passos

fevereiro 15, 2018

Fonte: Freephotos

   Baseado em experiencias próprias, vou compartilhar cinco passos para que você inicie um grupo de estudos funcional e eficaz com seus colegas da faculdade e colégio.
   É importante destacar que essa organização e forma de estudo é a maneira que encontrei em sedimentar o conteúdo e aprender, eu aprendo ensinando, logo, preciso compartilhar para aprender e é nisso que me baseei para repassar essas dicas.

Convide amigos

     A grande questão é: quem tem os mesmos interesses que você? Não adianta convidar amigos íntimos que não estão interessados ou que você sabe que terão mais interesse em falar sobre a nova série do que o conteúdo. As vezes é muito mais interessante que convide colegas (sim, aquelas pessoas que não temos intimidade) que tenham o mesmo foco e interesses que você do que um amigo intimo.


Defina onde e quando?

Fonte: Freephotos

     Será um grupo de estudos continuo? Onde irão ocorrer? Com que freqüência irão acontecer? É importante já deixar todas essas informações pré-definidas, assim vocês podem se programar e não agendar nada nos dias e horários marcados. Um ambiente silencioso, confortável onde poderão sentir-se a vontade é ideal. Pode ser em bibliotecas, espaços culturais, parques e até a casa de um de vocês, pensem em um lugar que vá de encontro com o que precisam.



Cronograma de estudos

      Peça aos professores o que irá cair na prova, ou qual o conteúdo do semestre e defina com os integrantes do grupo quais são os conteúdos que irão estudar dentro desses encontros e quanto tempo irão “gastar”, digo, “investir” nele. Definindo o conteúdo e criando um cronograma, fica mais fácil para não deixarem nada escapar.

Definir método de estudos

Fonte: Freephotos

     É sempre interessante encontrarem juntos a melhor forma de estudar. O que eu sugiro é como eu desenvolvo melhor e aprendo mais: ensinando. Minha sugestão é: dividir os tópicos de cada encontro entre os integrantes e cada integrante fica responsável por explicá-lo de forma simples, objetiva e aplicável o conteúdo, além de trazer exercícios para a prática de todos. Defina quanto tempo cada um tem, por exemplo, 20 minutos de explicação e 10 minutos de prática, isso depende do conteúdo e de como se organizarão.

Explique e aplique

     Agora é hora de colocar a mão na massa. Como sugeri no tópico acima, defina o tempo limite de explicação e o tempo limite de prática e monte sua mini aula em cima dele. Pesquise conceitos e tente explicá-los a você mesma da forma mais sucinta possível, em seguida selecione os melhores exemplos, aqueles que te ajudaram a entender o conceito ou crie um exemplo real que possa demonstrar na hora (dependendo do conteúdo isso pode ser genial) e em seguida selecione exercícios dos mais simples aos mais complexos. Se for matemática, que seja um exercício simples e outro complexo. Se for vanguardas, perguntas em cima de obras ou obras para analise. E assim por diante. Por fim, guarde todas essas perguntas ou selecione outras para um futuro dia de revisão.

Compartilhe comigo suas experiências com grupos de estudos e suas dicas para mante-los.

    Essas foram os cinco passos para quem quer criar e manter um grupo de estudos que de fato dê os resultados que busca. O post fez parte do projeto Blogagem Coletiva do grupo Liga Blogesfera, caso queira conhecer o grupo, basta clicar na imagem abaixo e aqui alguns links de outros blogs que também participaram:






You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Envie sugestões

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagem em destaque

Marcas brasileiras do amor

   Virá e mexe algumas marcas veganas surgem em meus feeds e descubro algo novo através de amigos. Por que não compartilhar com vocês alg...