Jogos para aula de inglês

agosto 20, 2017

Fonte: Treble in the Classroom

    Sim, estou trabalhando em uma escola de inglês e isso exige bastante da minha criatividade, percebi que alguns professores sentem dificuldades na hora de criar jogos/games simples, práticos e rápidos (as vezes nem tão simples, prático e rápido) para complementar e para uma sedimentação melhor da matéria. Resolvi então fazer uma postagem só com alguns jogos que já utilizei e deram certo, alguns eu criei, outros não, mas deram certo e são adaptáveis, basta usar a imaginação.

Games com post-its

Fonte: Diversalia

    Algo que é indispensável é ter post-its por perto, eles nos ajudam em tudo e são ótimos para games. O que já fiz em aula usando post-its:
     Game 1: Colei em uma parede os post-its com letras, todas espalhadas e sem nexo, e na outra parede frases incompletas, que precisassem de determinada palavra do vocabulário aprendido para fazer sentido. Quando a turma precisava ser mais unida, todos deviam trabalhar juntos. Quando a turma era unida demais, era algo individual. Eram 20 segundos para lerem e lembrarem qual a palavra certa e 30 segundos para que pegassem todas as letras e completassem as frases. Objetivo do jogo: Relembrar os vocabulários, faze-los pensar em inglês e não traduzir (não tem tempo para tradução), raciocínio rápido, agilidade, união.
     Game 2: Espalhei post-its com as horas pela sala, tinha post-it até debaixo das cadeiras, colocava alguma música que tinha haver com a matéria (pode ser oferecida pelo material didatico adotado pela escola) e pedi que eles dançassem e cantassem a música, andando pelo espaço e quando a música parasse, deveriam pegar o primeiro post-it que viam pela frente. A perguntava ao B "What time is it?" e o B respondia com o time que tinha em mãos e A deveria escrever esse time na lousa sem ver o post-it de B.
     Game 3: Who am I? Essa é velha. Separo em duplas (ou individual dependendo do tamanho da turma) e cada dupla deve escolher alguma personalidade ou algo que refira-se ao tema, palavras e a gramatica da aula. Escolhendo, eles colocam na testa do outro (B), e B deve fazer perguntas para tentar descobrir quem ele é.
     Game 4: Quase igual ao Game 1. A diferença foi que utilizei para uma aula da faculdade e não inglês. Coloquei as letras espalhadas em uma parede e características de um movimento artístico do outro. Eles deveriam ler as características, identificar o movimento e colocar as letras em ordem para formar o nome do movimento em cada placa/característica. A turma teve 5 minutos para completar todas.


Games com musicas

Fonte: TheoDesign

     Se tem algo que todos gostamos é de música, por que não utiliza-la em sala de aula? Podemos utilizar a música para criarmos vários games e aguçar o interesse dos alunos.
      Game 1: Conhecido como o Game da Teacher Nicole Di Luccia (onde eu trabalho), então os créditos desse game são dela. Com uma música definida, ela escolhe algumas palavras da letra de acordo com o nível e as escreve na lousa, divide os alunos em duas equipes que devem formar uma fila em frente a lousa e o primeiro de cada fila possui um canetão, cada equipe com uma cor diferente, ela coloca a song e atentos, devem ouvir a música e encontrar a palavra que ouvirão, quem ouvir primeiro corre e risca a palavra entregando o canetão para o próximo e indo para o final da fila. Isso até o final da música, quando ela acaba, conta-se quantos pontos cada equipe teve e vence quem riscou mais palavras.
     Game 2: Basta acessar ao lyricstraining.com e curtir. É um site onde você toca uma música e abaixo ele tem a letra com algumas palavras faltando, você pode escolher o modo que escolhe ou que escreve a palavra que falta. Normalmente peço para os alunos irem até o ipad e completarem a música e aos poucos vou pedindo para trocarem. Da para dividir a sala em equipes e bolar alguma competição.
    Game 3: Todos conhecemos o jogo 'dança das cadeiras' não é? E se ao invés de utilizarmos o "parar a música" para que todos tentem se sentar, utilizássemos uma palavra? Escolhemos duas palavras já trabalhadas em aula para que todos se familiarizem com elas e definimos que ao ouvirem a palavra X, devem sentar-se e ao ouvirem a palavra Y devem retornar a dançar e andar. Quando ouvirem a palavra Y, a professora retira uma cadeira.

    Game 4: Não muito diferente do que os professores costumam fazer. Sabe aquela folha com a letra da música e alguns espaços em branco para o aluno preencher? E se fizéssemos isso em tamanho grande? Minha ideia: Escrevemos duas letras em uma cartolina ou algum papel maior (não sei os nomes dos materiais, me julguem haha) e colamos nas paredes, uma de um lado da sala e outra de outro lado da sala. Também escrevemos palavras que completariam as lacunas e outras com pronuncia parecida e colocaríamos do lado de cada letra. Dividimos a turma em equipes e eles devem simultaneamente porém sem olhar para a letra da outra equipe, completar a música enquanto a escutam. Coloque uma ou três vezes para terem confirmarem e depois corrija.

Games com corda

Fonte: Sou Mãe

     Em um momento de pressão "pensar em algum game diferente para help uma teacher que entraria em aula em 5 minutos" saiu uma ideia de game e que pelo que ela me contou deu muito certo. Pensando sobre a utilização da corda, outras ideias de games surgiram na minha mente.
     Game 1: Este foi o que utilizamos. A aula era sobre Make x Do x Take e ao final da aula, propomos a eles: Os alunos em duplas pulassem a corda e que a professora ou as outras duplas dessem o complemento e a dupla que pulava nos dissesse se deveríamos utilizar Make, Do ou Take. Quem respondesse corretamente sem errar o pulo, ganhava.
     Game 2: Não sei o nome da brincadeira onde temos que passar por baixo da corda sem encostar nela e aos poucos vamos diminuindo a distancia da corda com o chão, mas a ideia é (ainda pensando em Make x Take x Do, mas pode ser adaptada): Pela corda espalhamos alguns papeis com complementos, e quando o aluno passar por baixo da corda o objetivo não é apenas não encostar na corda e não cair mas também pegar um desses papeis, ler e quando passar nos dizer se é com Make, Do ou Take.
    Game 3: Cabo de Guerra (É assim que se chama?). É interessante lembrar que para evitar acidentes colocar tapetes e/ou colchões. A brincadeira consiste em demarcar um ponto no chão, no centro da corda pendurar algum objeto/pano e oferecer tempo a eles, o grupo que ao final do tempo determinado manter o pano mais próximo deles e não no centro, ganha. Existem duas possibilidades, a de quem perder deve realizar alguns desafios envolvendo o conteúdo, que ao meu ver incentiva-os a associar a matéria a algo ruim e eu não gosto ou durante o tempo para o jogo ficar mais emocionante, o professor jogar algumas perguntas para ambas as equipes envolvendo a gramatica/vocabulário. É importante destacar a eles que o objetivo não é derrubar a equipe adversária e sim manter o pano mais próximo do grupo ao final do tempo respondendo corretamente as questões.

Games com Teatro

Fonte: Tombowersites - Shadow Puppets
    Na faculdade aprendi muitos jogos e brincadeiras para aplicar durante minhas aulas de inglês e futuras aulas de teatro. Nem todas eu me recordo o professor e/ou colega que me passou mas foram descobertas durante o curso de Licenciatura em Teatro na Faculdade Paulista de Artes, adaptadas e aplicadas na escola que trabalho, então já digo que deram super certo.
    Game 1: A ideia era uma semana de desfile entre os grupos de Teens, levamos alguns tecidos e roupas velhas para a escola. Juntamos algumas turmas e dividimos todos em equipes, cada equipe tinha o desafio de caracterizar um modelo de acordo com algo que a professora deu, poderia ser as estações do ano, países, profissões etc. Todos tiveram um tempo de 10-15 minutos para caracterizar alguém e ao final, acontecia o desfile. Na faculdade apenas apreciamos e discutimos sobre os figurinos propostos por cada equipe, na escola, colocamos uma música da Beyoncé e os modelos deveriam desfilar e a equipe explicar o porque de cada elemento no figurino e o que tinha haver com o desafio proposto, em inglês! Por isso a mistura de níveis, assim um ajudava o outro. Tinhamos que passar entre as equipes nos certificando que eles estavam discutindo em inglês. Semiótica do Teatro - Zé Carlos.
   Game 2: Telefone sem fio misturando mimica. Esse jogo foi proposto pela Sabrina Caíres na faculdade e em todas as turmas que o apliquei foi extremamente divertido e ajudou alguns alunos mais tímidos a se expressarem e participarem do jogo sem pressão. É uma mistura de telefone sem fio com mimica. Organizamos duas equipes na sala, todos devem se sentar de costas para onde a professora está (olhando para o fundo da sala), proponho duas frases ou palavras envolvendo a gramatica e/ou vocabulário trabalhado em aula para os primeiros alunos da fila (os que estão mais próximos de mim) e eles devem tentar passar ao próximo da fila apenas por meio da mimica, sem dizer uma palavra. E assim vão passando um para o outro até chegar ao ultimo da fila, que deve tentar adivinhar a palavra e/ou frase inicial.
    Game 3: Pega-pega. Propus esse para os kids, já que os mais velhos achariam e acharam loucura. Proposto pela Sandra enquanto estudávamos o Slade. Aprendíamos alguns vocabulários, realizávamos alguns exercícios de sedimentação do conteúdo e sempre propunha um pega-pega envolvendo o vocabulário. Então, em alguns momentos o pegador deveria ser o fish (peixe) e tentar pegar os outros, que ao serem pegos deveriam ser/agir como o fish também. Ou as vezes todos deveriam agir como se estivéssemos na forest (floresta) e o pegador no desert (deserto) e quando eramos pegos, deveríamos mostrar que estávamos saindo da forest e indo para o desert. Era divertido e muito interessante perceber o mesmo lugar/animal em diferentes corpos, era uma ação mais criativa que a outra.
    Game 4: Não é bem um game, é algo mais elaborado mas coloquei aqui para despertar a curiosidade em vocês. Também com o Zé Carlos na faculdade passamos pela experiencia do Teatro de Sombras, claro, algo bem simples mas foi muito divertido o processo de criar os personagens e acabei propondo isso para a escola. Definimos algumas fábulas e cada turma decidia qual iria fazer, montamos os personagens de papel e eles ensaiaram a história toda em inglês para apresentar as outras turmas. Para a apresentação a Adriana Mutton do Mimos para Você preparou uma grande cortina e colocamos um projetor para fazer a sombra, foi muito fofo e como os alunos não apareciam, todos participaram sem ficarem com vergonha. 


Existem muitos outros games para sala de aula que já utilizamos e provavelmente iremos criar, mas o post já estava ficando muito comprido. Tem alguma sugestão ou outro game que queira compartilhar? Deixe nos comentários!

You Might Also Like

16 comentários

  1. Caramba essas suas dicas são perfeitas até pra quem ta praticando e aprendendo sozinho que é o meu caso. Adorei os games com post it com certeza vou inventar um pordito aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Post its são vida, além de ajudar na organização, da para se fazer vários games hahaha POST-IT ME PATROCINA!

      Excluir
  2. Amei essas dicas! Estou precisando muito praticar o que sei em inglês, e essa será uma ótima forma!
    Beijos da Giu ♥
    Girls Universe Blog

    ResponderExcluir
  3. Por mais professores assim! Amooooo aprendizagem significativa e você está no caminho certo!
    Adorei as ideias dos post its...Tô pensando aqui em como adaptar para a Bio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mulheeeer, se eu tivesse o conhecimento, adaptava todos os games para ti e já te mandava por e-mail hahaha mas fico só no inglês e nas artes mesmo hehe

      Excluir
  4. Cara adorei seu post, estou praticando inglês sozinha e esses jogos vão me ajudar com certeza,vou até salvar aqui, beijão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ajudam muuuuito, chama alguém pra brincar também haha ♥

      Excluir
  5. Faço curso de inglês e minha nova professora nunca passa esses games. Com joguinhos as aulas ficam mais interessantes né. Eu amei demais os games com músicas, vou aproveitar seu post e mandar no grupo da sala para ver se ela da um UP nas aulas hehe. Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As vezes não é o foco do curso haha sei lá
      Onde eu trabalho jogos para adultos é quase que proibido, pelo curso ser mais objetivo e focado, porém para os adolescentes e crianças é uma obrigação.

      Manda para ela e vê se ela pode e topa, depois postarei mais hehe ♥

      Excluir
  6. Que dicas incríveis! Eu não foi muito fã do inglês, a não ser quando o assunto é música haha. Gosto mais do espanhol <3, mas essas suas dicas devem ser ótimas pra quem quer praticar!

    Beijoos,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaah, o espanhol é lindo também!
      Eu amo o francês haha

      Sim, são ótimas para aprender e fixar tudo!

      Excluir
  7. Nossa menina que bacana trabalhar em uma escola de inglês! Adorei a suas idéias e achei bem criativas para ajudar na aprendizagem dos alunos duarante as aulas. Amei. Bjoss

    ResponderExcluir
  8. Ideias super criativas, eu mesma sou pessima em ingles, essas brincadeiras tão diferentes deve ajudar muito na aprendizagem de uma nova!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, algumas brincadeiras ajudam os alunos a acabar com essas dificuldades que mencionou haha

      Excluir

Popular Posts

Desafio Setembro

2a Semana

Café da Manhã: Café + Crepioca
Lanche: Uvas
Almoço: Omelete
Lanche: Iogurte
Janta: Omelete
Exercícios: 10min pulando corda (todos os dias)
Cabelo: Reconstrução
Peso: 95kg - 93kg

Postagem em destaque

Marcas brasileiras do amor

   Virá e mexe algumas marcas veganas surgem em meus feeds e descubro algo novo através de amigos. Por que não compartilhar com vocês alg...