Minha primeira vez

maio 25, 2015


 Mas afinal, o porquê esta lendo este texto? Pra tentar encontrar uma ordem certa ou uma história com começo meio e fim sobre uma relação sexual? Afinal, assim você pode ter uma base real e confiavel sobre algo que está começando, ou não, a despertar sua curiosidade. Bem, se é um relato assim que você espera, me desculpem, não é isso que terão.
 Venho falar da primeira vez ao todo. Lhes contar a minha primeira vez que, talvez tenha um começo mas creio e espero que nunca terá fim.
  As coisas começam muito antes do que se imagina: meu primeiro passo. Pois é, se o ser novinho com nem 2 anos, começa a caminhar cedo é inteligente, se começa a caminhar tarde, ele provavelmente tem algum probleminha. A vida já começa a nos cobrar muito cedo, ou é naquela idade ou tem alguma coisa errada.
 Em seguida aprendemos a ler, e ai, neste exato momento as pessoas que estão nos ensinando podem ser decisivas na nossa vida: se nos ensinam corretamente muuuita coisa será melhor e mais fácil, caso contrário, será excluído até de brincadeiras durante o seu ensino todo. Enfim, nosso primeiro livro.
 O primeiro emprego, este é forte. Todos os amigos com um dinheirinho extra e você tendo que pedir pra mamãe? Ah não! Arranje um emprego. Ah, mas não é tão legal você trabalhar de X coisa, é mais plausível você ir pra tal empresa e ser bem sucedido.
 E pimba! É quando sua vida começa a caminhar por sentidos que outros te impõe e não você mesmo. Quando somos crianças tudo parece tão divertido e agora começa a se tornar obrigação.
 Depois de conseguir seu primeiro trabalho, levando em conta o que seu pai disse ser o melhor... você começa a se preocupar com primeiro beijo.
 Putz, errei. O primeiro beijo ta vindo antes do primeiro emprego ou qualquer outra coisa depois de aprender a ler, sabe por quê? Porquê você não pode chegar aos 15 sem ter beijado alguém! Para menina, impossível... nenhum menininho da sua sala? E é exatamente isso: nosso primeiro beijo é tão desagradável quanto trabalhar com algo que não goste, porque normalmente não sai faíscas do garoto, ele não vira príncipe, é nojento pois vem aquele monte de baba junto com uma língua e pior: não é quem gostamos. Isso quando não fica a escola inteira olhando.
 Então na verdade, estão colocando coisas em nossas mentes muito antes de você fazer sua festa de debutante.
 E então o clima entre você e seu namorado, (sim, você já teve seu primeiro namorado) começa a esquentar, você corre pela internet e começa a pesquisar sobre "Como foi a minha primeira vez" e textos de auto-ajuda que te ensinam a como fazer pra tudo dar certo. Como colocar a camisinha, o que fazer de certo ou errado e aquelas revistinhas e sites que te colocam par a par com mulheres lindas e maravilhosas, dizendo que deve parecer elas, essas mesmas revistas criam testes dizendo se você sabe ou não o que fazer na hora H e posso dizer algo? Tudo isso é uma merda. 
 Sabe por quê motivos? Porque simplesmente você não é a mulher perfeita pra essas pessoas que criaram os testes. E essas pessoas que os criaram provavelmente não tem a sua idade e essas mesmas provavelmente não fizeram um décimo do que estão dizendo pra você fazer e tiveram experiências melhores ou piores. É uma merda porque você e teu parceiro não são robôs e não tem o dever de acertar tudo de primeira. 
 Na real, acho que pesquisar sobre "Como colocar a camisinha" e coisas do tipo é muito mais interessante e realmente necessário do que saber se você é sexy, sensual ou não e ainda por cima algumas ainda te falam a idade que deve acontecer ou não.
 Sobre minha primeira vez? Talvez não tenha acontecido, ou talvez tenha sido tão bom quanto foi ler meu primeiro livro, ou tão péssimo quanto meu primeiro emprego. A questão é que, sendo a primeira vez de um beijo ou sexo, ela será/foi com alguém que vala a pena e que pelo menos naquele momento me fez sentir algo muito além do físico e fez-me sentir mais especial do que essas mesmas revistinhas de fofocas me disseram que deveria sentir. 
 A sua primeira vez não precisa ser um conto de fadas, mas precisa ser real e encantador, real pelo sentimento e encantador pelo mesmo motivo: sentir.

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Desafio Setembro

2a Semana

Café da Manhã: Café + Crepioca
Lanche: Uvas
Almoço: Omelete
Lanche: Iogurte
Janta: Omelete
Exercícios: 10min pulando corda (todos os dias)
Cabelo: Reconstrução
Peso: 95kg - 93kg

Postagem em destaque

Marcas brasileiras do amor

   Virá e mexe algumas marcas veganas surgem em meus feeds e descubro algo novo através de amigos. Por que não compartilhar com vocês alg...