Faculdade de Teatro

março 18, 2015


 Depois de tanto citar em outros posts resolvi lhes explicar minha escolha e o que estou achando do curso em um único post bem detalhado.
 Para quem estava indecisa entre fazer o que ama e o que gosta e dá dinheiro, tive a cara de pau e coragem de entrar no que eu amava e deixar o que dava dinheiro um pouquinho de lado, para só então perceber que até o momento (um mês de aula) fiz a escolha certa.


A escolha


 Minha vontade de fazer teatro veio de muito antes. Desde os meus 13/14 anos sempre citei teatro como algo que eu queria pro futuro. Com os olhos brilhantes e ainda sem saber que a indecisão era grande na hora H, dizia a todos que era aquilo que eu queria, que era atuando que eu queria viver e desde então meu sonho acabou sendo amortecido por falta de dinheiro e sendo acendido apenas nos encontros de uma Cia amadora aos finais de semana, nada muito sério. 
 Foi quando finalmente meu ultimo ano do colégio chegou, e logo de inicio fui questionada: o que vai fazer quando acabar a escola? e foi quando retomei aquele sentimento de que queria fazer teatro. No segundo semestre de 2014 uma professora de inglês, que também é atriz: Cinthia, me indicou para realizar o teste da Cidade do Terror e simplesmente com a certeza de que não passaria pela simples falta de experiência e estudo, torci para ficar o maior tempo possível naquele teste, pois cada critica e cada segundo estava sendo agregado. No final, acabei passando e trabalhei arduamente durante os 3 meses de evento. 
 Sabe quando aquela correria, por mais corrido e estressante que fosse, me fazia bem? Nos dias sem evento era um momento em que eu descansava mas recarregando minhas baterias para voltar com tudo, em nenhum momento pensei em parar como foi em outros trabalhos, fui até o fim feliz. Feliz que aparentemente era aquilo que eu queria, e havia acertado.
 No inicio deste ano, acabei entrando em um outro evento, o Castelo Mal Assombrado e peguei uma personagem forte, sendo a Rainha do castelo. Inicialmente era um evento sem folga, sem parar e mesmo assim, saia revitalizada e contente com cada sessão. O contato direto com o público e a personagem me fizeram acreditar que eu tinha sim chance e me deram uma confiança muito maior do que antes, confiança em ter uma conversa natural e sem sair do personagem, confiança em mim mesma. Fora contatos maravilhosos.
 Realizei também a caminhada noturna em comemoração ao aniversário de São Paulo com a Art Star, como vampira o que me inspirou muito. 
 Enfim, agora que já sabem do meu curriculo hehe posso lhes contar sobre como foi a ingressão na faculdade.

Faculdade de Teatro

 A faculdade que escolhi para construir minha carreira foi a FPA - Faculdade Paulista de Artes. A escolhi por ser uma das unicas que tinham nota recente do MEC, uma grade de professores experiêntes na área tanto artistica quanto pedagógica, o calendário escolar e o fato de me proporcionar a licenciatura também. Claro, ia prestar pra USP porém perdi a data de pagamento #crying de qualquer forma, acho que as coisas acontecem por um motivo e cada dia que passa eu agrego um novo conhecimento para mim.
 Independente de qual curso seja, o fato de estar indo para a faculdade me fez amadurecer e criar uma mente de que "tudo o que for dito é algo para levar comigo" o que é algo que criei muito bom, pois dificilmente perco a concentração e tento me lembrar de tudo e prestar atenção na cena do outro com um outro olhar, tentando ser critica e levar essas criticas para minha criação de cena. 

 Grade curricular


 Nesses semestre minhas aulas serão: Arte Contemp. e da Antiguidade e Estética da Arte Contemp. e da Antiguidade - Relacionado a história do teatro. Iniciação a Interpretação e montagem - Aulas no teatro Ruth Escobar para a criação e estudo da interpretação. Técnica Vocal - como o nome diz, higiene e saúde vocal e algumas tecnicas para a voz do ator. Expressão Corporal - um pouco de anatomia e o conhecer do corpo para o ator. Psicologia da Educação - como é um curso de licenciatura, precisamos saber como lidar com alunos. Metodologia do Estudo e do Aprendizado - uma aula de português, algo bem introdutório para irmos nos preparando para as próximas matérias. Técnicas de Improvisação - aula fantastica com pura improvisação e conhecimento do professor. Fundamentos da Arte e da Educação - até agora estamos conhecendo os conceitos da arte e educação.


 Trote

 Diferente das outras faculdades o nosso trote foi solidário. Deveriamos doar sangue e arrecadar ítens para um asilo. Ainda não doei pois ainda não deu os 3 meses para a doação, mas em breve farei meu trote. 
 Achei algo tão lindo e mais criativo e consciente do que as outras faculdades, palmas para a FPA. Faltei nos dois primeiros dias pensando que ia ter algo horrível como eu vi mas quebrei a cara hehe.
 Artistas sendo artistas, essa é a verdade. Criatividade sem limites.

 Bem, não irei falar se o curso é bom ou não porquê acho que com um mês não dá pra falar muito mas todas as aulas que tive até agora foram incriveis, a aula de expressão corporal é uma delicia, todas são uma delicia. Mesmo as mais teóricas como Psicologia da Educação, por mais paradas que seja, se você entrar e prestar atenção sai com um conhecimento muito maior do que quando entrou. Até agora acho que fiz a escolha certa, mas vamos ver ao decorrer do curso.

E você, qual foi sua escolha?

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Desafio Setembro

2a Semana

Café da Manhã: Café + Crepioca
Lanche: Uvas
Almoço: Omelete
Lanche: Iogurte
Janta: Omelete
Exercícios: 10min pulando corda (todos os dias)
Cabelo: Reconstrução
Peso: 95kg - 93kg

Postagem em destaque

Marcas brasileiras do amor

   Virá e mexe algumas marcas veganas surgem em meus feeds e descubro algo novo através de amigos. Por que não compartilhar com vocês alg...