Era uma vez Jessy...

junho 02, 2014


 Para quem me acompanha no facebook ou na FanPage do Blog, sabe que neste domingo eu fui a um asilo junto com o centro espirita que frequento. (Não sei o nome do asilo, quando souber escrevo aqui, fica no Riacho Grande - SBC/SP).
 Entre tantas senhoras e senhores maravilhosos, animados e com um sorriso no rosto conheci a jovem Jessy, que contou um pouco sobre ela, sua história e seus dias em um asilo.


 Jessy tem 90 anos de idade (1924), filha de Portugueses Jessy tem olhos azuis feito água e cabelo branco feito algodão, o sorriso esbanjado em seu rosto é fruto de muitos anos de experiência e muita coisa que presenciará. Teve dois filhos, um morreu aos 49 anos de idade por causa de um câncer e a outra, bem, não liga muito para a D. Jessy. Não sei se é errado falar mas, a forma com que ela nos contou sua história e a forma com que sua filha a trata me doeu muito. 
 Seus olhos e os olhos de todos se enchiam de lágrimas quando ela falava que sentia falta do filho e que as vezes sente ele por perto ou relembra os gritos de dor durante a noite. Algo que me marcou muito foi a frase que ela disse 'Burra é a mãe que se mata para cuidar do filho" pois sua filha só a quer por perto quando precisa de dinheiro, maltrata e já até bateu em sua mãe. Como pode um filho causar tanta dor para uma mãe que cuidou durante toda a vida dela, com tanto amor e carinho????
 Além da D. Jessy, outras também disseram que tem fins de semana que não vê os filhos ou a familia e que o asilo é vazio que dá até frio, todas são cuidadas com muito carinho mas não deve ser a mesma coisa que ter o calor do abraço de um ente querido. Foi por isso que resolvi realizar este post e explicar para vocês: COMO POSSO VISITAR UM ASILO?
 Simples, ligue para o asilo que pretende visitar e pergunte como funciona. Normalmente eles pedem para levarem comes e bebes e irem em um fim de semana. Então aqui está um planejamento para você que quer alegrar o domingo de algum senhor da sua cidade que precisa de atenção:


  •   Ligue para o asilo que pretende visitar
  •   Marque dia e horário 
  •   Reúna um grupo de amigos
  •   Vá ao asilo pelo menos uma ou duas vezes por ano
  •   Não prometa nada, pois eles lembram de tudo
  •   Sorria e tenha paciência de ouvir
  •   Tente anima-los
  •   Fale alto quando precisa
  •   Seja simpática e mente aberta para descobrir histórias que poderiam se tornar livros.


 Juro que fiquei tentada a sentar do lado de D. Jessy e escrever um livro sobre ela, talvez isso pode se tornar um plano futuro, algo que irei anotar na minha caderneta de projetos. Mas que tal você fazer isso com seus amigos e tornar a vida de um senhor mais feliz?

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Desafio Setembro

2a Semana

Café da Manhã: Café + Crepioca
Lanche: Uvas
Almoço: Omelete
Lanche: Iogurte
Janta: Omelete
Exercícios: 10min pulando corda (todos os dias)
Cabelo: Reconstrução
Peso: 95kg - 93kg

Postagem em destaque

Marcas brasileiras do amor

   Virá e mexe algumas marcas veganas surgem em meus feeds e descubro algo novo através de amigos. Por que não compartilhar com vocês alg...