Livro: O menino do Pijama Listrado

fevereiro 25, 2014

Resenha do livro "O menino do Pijama Listrado" escrito por John Bryne.


Sinopse: Bruno tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final conra os judeus. Também não faz ideia de que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos de que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer. Da janela do quarto, Bruno pode ver uma cerca, e para além dela, centenas de pessoas de pijama, que sempre o deixam com um frio na barriga.
     Em uma de suas andanças Bruno conhece Shmuel, um garoto do outro lado da cerca que curiosamente nasceu no mesmo dia que ele. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando elucidar o mistério que ronda as atividades de seu pai. "O Menino do Pijama Listrado" é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável. 

     Acontece que sempre ouvindo e sempre ouvindo pessoas dizerem sobre o tal livro e nunca ler é horrível, foi quando aproveitei a promoção e comprei "O menino do Pijama Listrado" li ele em dois dias e devorei cada página de tão ansiosa pelo final. Quando terminei o livro em lágrimas senti uma ansiedade e vontade enorme de contar para alguém sobre a história magnifica que estava dentro desse pequeno livro, foi quando lembrei-me do blog e que fazia falta a resenha de um bom livro por aqui.



Imagem: blog.anjo.com
     Essas sinopses que contam a história inteira acabam com minhas resenhas, mas tudo bem, tentarei fazer minha resenha ficar mais interessante do que apenas os dois parágrafos lá em cima. 

     No inicio pensei que o livro seria um tanto quanto chato de se ler, apesar de querer ler muito ele pensei que seria mais uma decepção. Porém eu acabei me afeiçoando com o tal do Bruno (xará de 9 anos), sua inocência e a falta de conhecimento sobre a tal Segunda Guerra Mundial e o porquê tiveram que se mudar de uma casa tão perfeita em Berlim para uma estranha e tão isolada como Haja-Vista. Da janela do quarto de Bruno ele podia ver uma enorme cerca que levava a centenas de pessoinhas usando pijamas listrados, por que ele tinha que estar tão longe e sem amigos sendo que em alguns metros tinha tanta gente e tanta criança para ele brincar? 
     Pois é, Bruno é daqueles meninos que gosta de descobrir coisas, ele diz a todo tempo que quando crescer gostaria de ser um explorador e então ele resolveu explorar um pouco e conheceu um menino também de 9 anos chamado Shmuel. Bruno escondia essa amizade que tinha com o garoto do outro lado da cerca, um garoto que usava um pijama listrado e certamente tinha amigos do seu lado da cerca. A amizade dos dois cresceu, cresceu e se tornou muito forte.

Imagem: A casa de Homero
     Creio que a partir dessa parte do livro eu não posso contar pois algumas pessoas irão me acusar de spoiler, então irei parar por aqui antes que eu fale mais do que devia. Só digo uma coisa, as quatro ultimas páginas te surpreendem e fazem você chorar e chorar e chorar.

     Certamente, um dos livros que mais me marcaram e me fizeram pensar. Sobre o tão cruel que a vida pode ser, sobre as reviravoltas e os tapas na cara que a vida pode nos dar, sobre o quão cruel aquela época foi e sobre o tamanho de uma amizade verdadeira.

     Sei que existe um filme do livro, vocês já viram? Tenho medo de me decepcionar, o que acharam do filme, vale a pena assistir ou não?

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Envie sugestões

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagem em destaque

Marcas brasileiras do amor

   Virá e mexe algumas marcas veganas surgem em meus feeds e descubro algo novo através de amigos. Por que não compartilhar com vocês alg...